Ano Novo, Uma Vida e uma Casa Nova!

Faltam exatamente 84 dias para o ano acabar.
Até lá, para quem acha que falta pouco, eu tenho dois enormes desafios. Voltar a ser mãe e ter uma casa nova.
O primeiro está praticamente a concretizar-se. Não consigo precisar o dia, mas em 2 semanas o "BIG DAY" chegará!
A casa está em obras, que terminam com o ano.
Quem segue o blog ou me conhece sabe que estas são as maiores compensações que poderia ter neste ano, tão mas tão sofrido.
Ter uma filha, e ter a minha casa. CASA mesmo.
Depois de anos a fazer planos na construção de uma casa fora da cidade, eis que deu-se uma enorme reviravolta (das boas) e a casa passou para o centro da cidade.
O sair do centro não era um capricho, nem um sonho, era uma "imposição" da carteira, basicamente.
Nós não queríamos viver em apartamentos. Só queríamos casa, ou moradia para quem preferir.
E não podia ser uma qualquer. Não podia ser moderna, (nem um apontamento moderno, sequer). Tinha de ser uma casa tipo americana, com espaço, com raça! Isto no caso de ir construir, que era o caso.
Chegámos a ter o projeto aprovado e desistimos um dia depois! Verdade!!! Um dia depois.
Os nossos amigos sabiam que nos preocupava afastar do centro por causa de toda a logística que isso iria envolver, sobretudo na adolescência dos nossos filhos em que teríamos de ser "escravos" das idas e vindas de carro para aqui e para ali. A partir dos 12 anos os miúdos querem ir ao cinema com os amigos, a um café, a um concerto, sei lá.....aos mais diversos sítios.
Por muito que pensasse que estava a 8/10 minutos de distância de carro, isso era muito para quem está habituado a estar a 2 minutos no centro de tudo. Que pode ir a pé para todos estes sítios.
E foram os amigos, que nos iam ajudando nesta busca incessante da procura da casa ideal no centro da cidade.
Foram anos de busca sem sucesso. Ou porque eram um balúrdio e precisavam de obras absurdas, ou porque não tinham a traça clássica que pretendíamos, ou porque ficava nos arredores ou por isto ou por aquilo.
Até que o dia chegou! Um dia banal. Um sábado de manhã em que numa última tentativa lá fomos procurar uma casa em concreto que tínhamos visto e gostado e que na realidade não passava de uma cave à venda numa casa efetivamente bonita. Mais uma desilusão!
A agente imobiliária depressa percebeu o meu estado de alma e aquilo que podia ter sido o fim da busca da casa de sonho, tornou-se num "milagre"!
Olhou para mim e disse que sabia exatamente o que eu queria e que achava que podia finalmente ter encontrado.
Nesse mesmo momento mostrou-me fotografias de uma casa que tinha acabado de ser posta à venda. Uma casa com 70 anos, com a traça que procurámos durante tantoooooo tempo. Pé direito com quase 3,5 metros, tectos trabalhados, divisões intermináveis, espaço exterior para dar aso à imaginação. 3 pisos de uma vida para viver junto da família e dos amigos.
Tenho andado a escolher pavimentos, revestimentos, papeis de parede, torneiras e mil um pormenores para concretizar tudo no tempo esperado. Como calculam é uma excitação para mim!

Neste momento a prioridade é a chegada do novo membro da família. A nossa tão esperada e querida Margarida. O quarto dela, assim como o do Lourenço estão a ser pensados ao pormenor, com todo o amor e dedicação que merecem.
Não tarda estaremos todos a comemorar!



SIGA A JO WHITE CANDY NO INSTAGRAM






CONVERSATION

0 comentários:

Publicar um comentário

Back
to top